logo

Studio f:22 by Ricardo Rocha Passeio no Parque Natural Sintra-Cascais / parte-2 versão portuguesa

Com a crescente procura de Portugal nos circuitos turísticos e o aumento da procura de imagens iniciámos uma série de passeios para documentar a beleza do nosso País.

Continuando o nosso passeio para quem não viu fica o link aqui, Com o tempo a escassear para chegarmos a horas da golden hour, iniciámos a nossa viagem de retorno ao Guincho.

 

A Praia do Guincho é uma praia de Portugal no concelho de Cascais, em Portugal, distando cerca de 8 km da sede de concelho. Já na costa ocidental atlântica, é muito ventosa e dispõe de boas condições para a prática de surf  e windsurf.

Possui um extenso cordão dunar em constante mutação. Bem equipada, tem um areal imenso (que se divide em Guincho Norte e Guincho Muchaxo) e tem como pano de fundo o Cabo da Roca e a Serra de Sintra. O Mar é agitado e perigoso.

Chegando à Praia do Guincho a luz estava mesmo no pretendido, tínhamos chegado mesmo a tempo. Com calma apreciando o local fomos andando sempre com o tripé ás costas. Valeu a pena como sempre acontece neste local apesar do vento e do frio.

Com a luz a passar e com aquelas nuvens de tempestade que tão bem ficam na fotografia decidimos esperar pelo pôr-do-sol, na esperança de um bom tom laranja cheio de nuvens ameaçadoras.  45 minutos de espera ao frio sem fazer nada, ainda bem que levámos umas sandes. Não se esqueça de levar consigo um saco para recolher qualquer lixo que fizer, deixe sempre os locais que visitar como estavam antes de lá passar e caminhe sempre que possível pelos caminhos já existentes. Não estrague a flora local. Lembre-se que se não protegermos os locais que gostamos de visitar, em breve não haverá lá nada para voltar.

 

Pois bem continuando com a jornada fotográfica e após 45 minutos com um frio e um vento dos diabos chegamos à conclusão que não ia haver pôr-do-sol nenhum: as nuvens eram demasiado espessas e a luz demasiado ténue. A fotografia ás vezes é isto: esperar, esperar mais um bocado, voltar para casa sem nenhuma imagem e voltar a tentar noutro dia. Mas por hoje valeu bem a pena mesmo sem pôr-do-sol.

 

 

  • Share

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *