logo

Studio f:22 by Ricardo Rocha Passeio no Parque Natural Sintra-Cascais / parte-1 versão portuguesa

Com a crescente procura de Portugal nos circuitos turísticos e o aumento da procura de imagens iniciámos uma série de passeios para documentar a beleza do nosso País.

Decidimos ir a passeio pelo Parque Natural de Sintra-Cascais, O Parque Natural de Sintra-Cascais. É uma zona privilegiada de turismo e lazer. Abrange 14.583 hectares distribuídos pelos concelhos de Sintra e Cascais.  É uma zona protegida e deve-se seguir as normas de conduta do ICNF que pode consultar em http://www.icnf.pt/portal/turnatur/resource/docs/ap/codigos/codig-condut

Assim, num sábado à tarde após uma manhã de chuva constante iniciámos viagem pela estrada nacional 247 passando pelo Guincho. O plano era ir às Pedras Irmãs, Peninha e regressar ao Guincho pelas 17.45h quando a luz estaria no ponto ideal. A aplicação Sun Locator para android existem outras semelhantes é uma ferramenta bastante útil, pois basta ir ao local que se pretende no mapa e ela indica a direcção da luz, as horas a que a luz está melhor tem a indicação da golden hour, blue hour, sunrise, sunset entre outras. https://play.google.com/store/apps/details?id=com.genewarrior.sunlocator.lite&hl=pt_PT

Chegamos às Pedras Irmãs, as pedras irmãs que são blocos de granito de várias dimensões na Serra de Sintra em plena mata ao pé do Santuário da Peninha. O lugar é de grande beleza e vale a pena lá ir se ainda não foi. Há uma zona de merendas neste local que convida ao descanso.

 

Munidos com o nosso material, o tripé é essencial e um bom peso para fazer exercício nas caminhadas, lá começámos a nossa jornada fotográfica, a luz estava boa o sol tinha aparecido após a chuva e surgiram finalmente zonas azuis, mas mantendo as nuvens ameaçadoras. O verde ainda húmido sobressaia e conferia ao local um aspecto idílico.

Claro está que ficámos mais tempo do que o previsto e quando demos pelas horas estava na altura de descer para o Guincho para chegarmos na altura da luz ideal a hora dourada. Sendo assim o Santuário da Peninha teria que ficar para outro dia.

Continua em outro post.

  • Share

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *